Nosso Magnetismo Intrísico, a Chave in-natura do ser humano para o despertar

Padrão

Nosso DNA possui camadas interdimensionais além da 1ª camada biológica mapeada em parte pelo genoma humano. A outra parte de nosso DNA que representa 97% ainda considerada pelos cientistas “sem função” é interdimensional, ou seja, não visível, mas energética. Já está comprovado cientificamente que nosso DNA emite luz e som ( ele vibra ) e é sensível à luz e som também. Há livros e textos já escritos sobre este aspecto interdimensional de nosso DNA, que pode ser ativado conscientemente.

Canalizado por: Lee Carroll

Transcrito e traduzido por: Roberto Gasi, Magdala Saad Macedo, Cristina Coward Primavesi, em Santiago, Chile, 17/04/2007.

Saudações, a cada um, queridos.
Eu sou Kryon, do Serviço Magnético.

Tem algumas pessoas que ainda se perguntam sobre este processo, dizendo que essa energia, entrando neste lugar, aqui e agora, não é possível. Dizendo que Deus nunca, nunca se comunicaria desta forma. Desde o nascimento, ouviram que vocês devem ir à montanha buscar a Deus…E aqui está a montanha vindo até vocês. E isto é porque o Ser Humano é a celebração da energia interdimensional no planeta. Nossa mensagem é que a dualidade não permite que vocês vejam do outro lado do véu, mas eu sou Kryon, eu sou tua irmã, teu irmão.
Eu sei o que você está fazendo aqui. Um dos meus lugares favoritos para estar é numa reunião de ciência, especialmente uma com o (YAÍ), o Mestre Twister. (YAÍ) é o nome Lemuriano para o Dr Todd. E nós o chamamos de Mestre “Twister”. Por Twister, entende-se o giro da hélice dupla do DNA.

Vamos falar sobre a questão interdimensional. Se você não estiver estudando a ciência disso, você a chamaria do amor de Deus. Se você não estiver estudando a ciência disso, você a chamaria de oração e meditação. Assim que você começa a ciência da interdimensionalidade, você começa a ver como a energia funciona e essa energia da qual falamos é a interdimensional. Ela explica o inexplicável… energia quântica… A conexão que chamamos inteligência cósmica.
A energia que sabe quem tu és e o que fazer dentro do teu corpo, explica a numerologia. E o sistema que você tem para te ajudar ao longo do caminho é a forma quântica.

Muito de vocês tem celebrado a ciência da astrologia por anos. Eu vou dizer para vocês como funciona. É uma ciência interdimensional e quântica. O DNA humano está preparado para uma recepção quântica e discutimos com vocês os atributos dos tratados Lemurianos por anos. A recepção original da energia quântica veio da Lemúria. E dissemos que em seu DNA tem um receptor quântico. Nós os descrevemos como dois DNA de energia Lemuriana, e uma delas é a que chamamos registros Akáshicos.
Imaginem, por um momento, o que esta energia pode despertar dentro de vocês. Como você gostaria que fosse? Não seria óbvio que sentiriam todas as vidas passadas que vocês tiveram até aqui? Não seria óbvio que teriam a sabedoria de todos os tempos?
No estado quântico, não há o tempo.
O que você pensa que acontece quando energias interdimensionais se aproximam de você, aqui, nesta sala? Pois elas o fazem, todos os dias. Você as está estudando, você as está criando. Alguns de vocês estão sentindo atualmente as energias dos tons e estão estudando a nova química, a qual (YAÍ) está trazendo ao planeta. Todas são uma apresentação interdimensional para suas camadas Lemurianas.

Estabelecemos algo no passado que provavelmente vocês não sabem.
O seu DNA tem um campo magnético, ele é muito pequeno.
O DNA é como uma laçada e tem uma voltagem elétrica circulando através dele. Isto significa que é muito parecido às outras células do resto do teu corpo as quais usam a eletricidade para a polarização, mas raramente são vistas no nível do DNA.
Você acredita que isso pertence à estrutura que o DNA cria, como as sinapses em teu cérebro? Mas, o nível de DNA mais básico não tem sido determinado adequadamente. O DNA é a máquina do magnetismo para o seu corpo. Cada volta do DNA tem seu próprio campo magnético.
Agora, imaginem o que seriam esses trilhões de partes do DNA… um campo magnético muito complexo para cada ser humano. Desta forma, há um ser com um campo magnético ao seu redor que é muito…muito pequeno. Mas, não tem que ser grande. E se você se perguntar: o que isto faz por mim? — Isto é o que nós chamamos tua antena para as coisas interdimensionais. Todos os que estão sentados aquí, nesta sala, estão prontos para participar desse efeito quântico. Isto foi perdido através dos tempos… mas, agora, já estão prontos para reaprender novamente.

Alguns de vocês perguntarão: Qual o propósito dos tons? Realmente, o quê eles fazem? Aqueles que trabalham com energia e sentem, sabem o que eles fazem. Eles sentem através das suas antenas receptoras e estão começando a ativar “quantumnicidade” de seus DNA Lemurianos. Vou tentar simplificar isto para vocês. Eu gostaria de levá-los, por um momento em sua imaginação, ao Sistema Solar.

Venham comigo um momento para Júpiter, e pensem na gravidade que o planeta Júpiter deve atrair do Sol. Se você pudesse mapear a gravidade ao redor do Sol com cores, você veria diferentes cores, você veria uma dança interdimensional de cores ao redor do Sol. Essas cores poderiam ser como uma pintura…constantemente mudando enquanto todos os planetas empurram e puxam, sendo o Sol a parte central do centro magnético. Todas as coisas empurram e puxam a partir dele. Então, você se convenceria que o Sol está realmente pintando para mostrar a gravidade. Então, você está vendo a pintura feita das cores da gravidade, enquanto os planetas empurram e puxam ao redor do sol…é lindo, e está sempre mudando.

Pense um momento sobre isso: duas das mais fortes forças interdimensionais do Universo são a gravidade e o magnetismo.
Assim como o Sol gera o seu calor, também gera coisas como campos magnéticos e o que nós chamamos de vento solar.
O vento solar se faz acompanhar pela luz ao ser enviado à Terra. É uma luz que é enviada como energia para a Terra. E vocês podem vê-la ao interceptar o campo magnético do planeta, muitos a chamam de aurora boreal, que se forma quando os ventos solares interceptam os campos magnéticos. Isso é um conceito magnético muito elevado. Tentando simplificar a forma visual, você pode dizer que a pintura da qual falamos chega à Terra a cada momento, onde o Sol envia sua comunicação ao campo magnético da Terra…e aqui estão sentados, como seres magnéticos, sentados sobre os campos magnéticos da Terra, recebendo a pintura. Se vocês seguiram o que eu disse, eu acabo de explicar a Astrologia. Porque no momento do seu nascimento, seu DNA recebe essa foto atual, instantânea dessa pintura, do movimento dos planetas ao redor do Sol. Percebam que os receptores estão sempre abertos.

Nesta sala, vocês estão descobrindo e aprendendo os tons, podemos dizer que vocês estão criando suas próprias pinturas, desenhando a energia que você deseja que entre no seu corpo. Este é o jeito Lemuriano.
No topo dos picos, nas montanhas da Lemuria, quando faziam seus rituais, eles cantavam uns para os outros, cantavam seus votos e promessas…é a cerimônia dos sons…então, as mesmas coisas estão estudando aqui, os sons da cerimônia Lemuriana, um humano cantando para o outro, muitos humanos cantando em uníssono para outros humanos, e assim isto se converte numa forma de comunicação, de ativação, no nível quântico.
Então, podemos dizer que esse é um estudo Lemuriano, que também está relacionado com um som dos mamíferos em seu planeta. E essa, sem dúvida, é a baleia. Temos discutido sobre as baleias por anos, porque, esotéricamente, elas estão conectadas à grade cristalina do planeta, representando a sabedoria dos tempos, elas foram escolhidas para manter isso. Elas são os animais mais protegidos do planeta. Mesmo aqueles países que não tem oceano ao redor, tem um contrato para protegê-las. Isso não é um acidente, e não é lógico, mas o fazem de qualquer forma, pois todos entendem o que representam realmente as baleias no nível esotérico.

Então, isto que estão estudando com YAÍ, representa o recomeço quântico, o real despertar do que vocês tiveram naqueles tempos na Lemúria, e escolheram um Lemuriano para treiná-los.

A ciência é complexa em qualquer idioma, mas nós amamos falar de ciência.

Bendito o Ser Humano que escolheu ver estas coisas desta forma, voltando às suas raízes e mudando esse planeta.

E assim é.

Kryon

AS DOZE CAMADAS DE DNA

Kryon – Através de Lee Carroll

Nos últimos anos, Kryon identificou várias camadas da matriz interdimensional das 12 camadas do DNA. Em cada caso, elas estão registradas em várias canalizações às que agora se faz referência no texto de cada camada (abaixo). Muitos pediram um resumo deste estudo, assim aqui está!

Ortografia Hebraica e Significados  dos Nomes das Camadas do DNA

Do Livro 10 de Kryon: Segundo Kryon, o significado literal dos nomes hebraicos não é essencial para compreender os nomes das camadas do DNA e em alguns casos os significados em hebraico são diferentes. Kryon apresenta estas palavras hebraicas como “nomes sagrados” das camadas do DNA e explica seu significado num contexto sagrado.

Kryon refere-se ao idioma hebraico como sendo a “linguagem básica espiritual da Terra” e “cada nome é expresso para ser ouvido como uma frase falada, pronunciada seguida para que tenha um significado completo em hebraico.” Segundo Kryon, o significado da palavra falada hebraica reside em sua energia e portanto, estes nomes hebraicos deveriam ser ditos ou ouvidos em hebraico.

Guiado por esta aproximação, a ortografia escolhida para os nomes hebraicos é tão parecida quanto possível com a pronúncia fonética das palavras hebraicas, com a intenção de manter a energia que estas palavras levam quando pronunciadas.

Há várias formas de traduzir as vogais e consoantes hebraicas em letras latinas. Como os judeus são originários de todo o mundo, a língua nativa do indivíduo exerce uma influência considerável na forma de escrever e pronunciar as palavras hebraicas.

No processo de transcrever as palavras hebraicas para o alfabeto latino, foi requerida  alguma forma de concessão. Não entramos em uma discussão acadêmica do assunto e mantivemos as explicações relativas à pronúncia tão simples quanto possível para o leitor.

A principal diretriz que seguimos foi refletir a pronúncia destes nomes em vez de fazer com que estivessem “corretamente” escritos, gramaticalmente falando. Aqueles de vocês que desejem expandir seus conhecimentos da língua hebraica e seus diferentes estilos de pronúncia, encontrarão numerosos livros sobre o tema e vários recursos na Internet.

A sequência é um simples guia para a pronúncia dos nomes hebraicos do DNA. As letras que não estão na lista  pronunciam-se aproximadamente como em português.

CAMADA UM DO DNA

Keter Etz Chayim

Interpretação de Kryon: “A Árvore da Vida”

Kryon começou a explicar o DNA em junho do 2003 no Monte Shasta. Embora na realidade ainda não nomeasse esta camada, referiu-se a ela e começou o estudo de todas as outras. Essa canalização denomina-se “A Experiência do Monte Shasta”.  Kryon a mencionou dois meses antes em agosto em Del Mar na canalização chamada “Tudo sobre a Auto Estima”, onde também falou de algumas outras camadas.

Linearidade: se bem que possa ser confuso (e o é para Lee), às vezes Kryon não dá estas camadas em ordem. Além disso, muitas vezes falaria delas e não as nomearia até mais tarde. Pensamos que esse é o “estratagema” de Kryon, para fazer com que não pensemos de forma completamente linear quando se trata de um tema interdimensional.

“Depois de tudo”, diz, “todas elas existem juntas em um círculo”.Todas as camadas são “nomes de Deus” em hebraico, mas justo quando Lee se preparou para a camada 7, Kryon a deu à audiência em junho 2004 em lemuriano! (suspiro). Sem dizer o que segue.

Pronúncia:

Ke-ter: Acento na primeira sílaba.

Etz: com um som único

Cha-yim: Acento na segunda sílaba.

CAMADA DOIS DO DNA

Torah E’ser Sphirot

Interpretação do Kryon: “Programação Divina” ou “A Programação da Lei”

A canalização em que se apresentou esta camada se intitula: “Tudo Sobre a Auto Estima”.

Pronúncia:

To-rah:  Acento na segunda sílaba.

E’ser: Acento na primeira sílaba.

Sphi-rot: phi como fi. Acento na segunda sílaba.

CAMADA TRÊS DO DNA

Netzach Merkava Eliyahu

Interpretação do Kryon: “Ascensão e ativação”

A canalização que tem a apresentação desta camada chama-se: “Ativando a Terceira Camada do DNA”

Pronúncia:

NE-tzach: Acento na primeira sílaba.

Merkava: Acento na terceira sílaba

E-li-ya-hu: hu como um j suave ou h aspirado. Acento na terceira sílaba.

CAMADA QUATRO DO DNA

Urim Vê Tumim

Interpretação de Kryon:

As camadas quatro e cinco juntas são a essência da sua  expressão  (esta vida específica na Terra) e sua divindade no planeta. Elas representam o ÒnameÓ no cristal do Registro Akáshico. Juntas, elas podem ser compreendidas como: O atributo primário e mais importante de tudo o que é “A Árvore da vida, que é Família”. Estes são nomes de Deus e nunca deveria se pensar nelas como camadas separadas. Elas são parte do grupo da divindade. A canalização em que se apresentou esta camada, junto com a seguinte (5), chama-se: “Frustrações do Trabalhador da Luz Parte II”.

Pronúncia:

U-rím: Acento na segunda sílaba.

Tu-mím

CAMADA CINCO DO DNA

Aleph Etz Adonai

Interpretação de Kryon:

As camadas quatro e cinco juntas são a essência de sua  expressão  (esta vida específica na Terra) e sua divindade no planeta. Elas representam o ÒnameÓ no cristal no Registro Akáshico. Juntas,  podem ser consideradas como”: O primário e mais importante atributo espiritual de tudo é a Árvore da Vida, que é Família. Estes são nomes de Deus e nunca deveria se pensar como camadas separadas. São parte do grupo da divindade. A canalização em que se apresentou esta camada, junto com a anterior (4), chama-se: “Frustrações do Trabalhador da Luz Parte II”.

Pronúncia:

Aleph: ph como f – Acento na primeira sílaba.

Etz

A-do-nai: acento na terceira sílaba

CAMADA SEIS DO DNA

Ehyeh Asher Ehyeh

Interpretação do Kryon: “Eu Sou o que Eu Sou”

A canalização em que se apresentou esta camada chama-se: “Meditação e Oração”. Não se confundam com o fato de que Kryon fala das “camadas de Meditação e Oração”. Estas NÃO são camadas de DNA. São camadas de consciência.

Pronúncia:

Eh-yeh

A-sher: sh como em inglês. Acento na segunda sílaba.

CAMADA SETE DO DNA

Kadumah Elohim

Interpretação do Kryon:”Divindade Revelada”

Em Lemuriano, Kryon deu o nome como: Hoa – Yawee – Maru   (Hoe-awe – Yawiii – Maru)

Que significa: “A Linguagem do Lar do DNA”

A canalização que apresentou esta camada  chama-se “A Conexão Lemuriana”

Pronúncia:

K-du-ma: acento na segunda sílaba

E-o-him: acento na terceira sílaba

CAMADA OITO DO DNA

Rochêv Baâravot

Interpretação do Kryon:”Cavaleiros da Luz”

Em Lemuriano, Kryon deu o nome como: Akee Yawee Fractua

(Aue kii – Yauii – Fraque-seu-au)

Que significa: “O Registro Professor” ou “Registro dos Professores”

A canalização que apresentou esta camada chama-se  “O Inverno Espiritual”.

A CAMADA NOVE DO DNA

Shechinah-Esh

Interpretação do Kryon:”A Chama da Expansão”

Kryon indicou que esta camada está associada com a energia da “Chama Violeta” de St. Germain” A canalização em que se apresentou esta camada é “A Verdade Sobre o DNA”

Pronúncia:

Shechinah: Sh-chiná

Esh: êsh

A CAMADA DEZ DO DNA

Va-yik-ra

Interpretação de Kryon:”O Chamado à Divindade”

A informação básica é que esta camada deve ser considerada como um pacote com a 11ª e a 12ª. Estas três últimas chamam-se então “camadas de ação” e seus atributos são diferentes de qualquer das nove camadas anteriores. A canalização que tem a apresentação desta camada chama-se: “Coisas Invisíveis,” e foi canalizada na conferência de luz anual do Monte Shasta.

Pronúncia:

Va –  yik – râ

CAMADA ONZE DO  DNA

Chochmah Micha Halelu

Interpretação do Kryon: “Sabedoria do Divino Feminino”

A informação básica é que esta camada deve ser considerada como um pacote com a 10ª e a 12ª. Estas últimas três são chamadas então de “camadas de ação” e são distintas de qualquer dos atributos das 9 capas anteriores.

Kryon as coloca no Grupo “Deus”.

A canalização que tem a apresentação desta camada se chama-se  “DNA” Shasta 2006 e se deu na conferência anual da MT. Shasta de Luz do Verão .

A Camada Onze não se refere à energia da deusa, nem sequer à energia feminina. O nome hebreu não tem conotação feminina nesse idioma. Em troca, Kryon indica que esta “Sabedoria do Divino Feminino” é a energia da compaixão pura e é o que está faltando no equilíbrio da dualidade da Terra neste momento. Possivelmente o profeta Micha foi sábio nesta área? É a camada que se viu enriquecida pelo Trânsito de Vênus de 2005 e é a verdade secreta da paz na Terra. Os Seres humanos que têm esta camada realçada estão equilibrados com a energia da dualidade masculina e feminina.

É uma das “Camadas de Deus” que está sendo melhorada nestes tempos, para preparar-se para o 2012. Podem ver a luta por toda a Terra, com os que desejam conquistar (a velha energia fortemente inclinada ao masculino) e os que desejam equilibrar e comprometer (o novo equilíbrio).. Esta é realmente uma das camadas principais que mais está mudando e será a mais óbvia nas personalidades dos novos líderes deste planeta. Esperem uma liderança mais equilibrada por toda a Terra. (Lee comenta: Por favor, Deus… que seja logo!)

A Camada Onze é parte do quarto grupo de três camadas, que são o ” GRUPO DE DEUS” (10-11-12)

Pronúncia:

Choch-mah: jojmá

Mi-cha: míja

Hal-Li-lu: Alelú

A CAMADA DOZE DO DNA

O Shadai

Interpretação do Kryon:  “DEUS”

A informação básica é que esta camada deve ser considerada como um pacote com a 9ª e a 10ª. Estas três últimas são chamadas então “camadas de ação” e são diferentes de qualquer dos atributos das 9 anteriores. Kryon as coloca no Grupo de “Deus”.

A canalização que tem a apresentação desta camada chama-se: “DNA” Shasta 2006, dada na conferência anual da MT. Shasta de Luz do Verão .

A Camada Doze é muito simples. É a camada de Deus, a mais divina e certamente a camada que é “O Deus Interior”. Há muitas camadas divinas, mas esta é 12ª… a última e a que tem a vibração mais elevada de todas elas. O que ela faz? Kryon diz: “Não esperem que estas camadas façam nada, tal como seu lar não faz algo. Brinda-lhes paz, refúgio e uma sensação de estar em casa. Deixem que a camada de Deus seja o lar para todos vocês.”

A Camada Doze é parte do quarto grupo de três camadas que são o “GRUPO DE DEUS” (10-11-12)

Pronúncia:

O Sha-dái : el shadâi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s