Médico, Cura-te a Ti Mesmo

Padrão

Eu Sou Maitreya.

E aconteceu que certo centurião veio a Jesus e disse-lhe: “Mestre, minha filha está mortalmente enferma. Preciso de vosso auxílio”. Quando Jesus lhe respondeu que iria vê-la sem demora, esse homem, conhecendo a Lei, acrescentou: “Senhor, não é necessário. Basta-vos dizer a palavra e minha filha será salva”. Esse incidente nos conduz à Lei fundamental do Ser, a Palavra do Homem.

No princípio, quando o Homem era um Ser Divino, Uno com sua Fonte, Ele próprio não ignorava ser UM com o Pai e da mesma essência, uma vez que existe, existiu e sempre existirá Uma Essência Única mediante a qual foi criado tudo quanto existe, existiu e sempre existirá. Se esse fato é verdadeiro, como pode o Homem ser diferente de Quem ele chama de Deus? Deus é um nome dado para definir ALGO sem nome, pois que nome dareis a totalidade do todo? É tão sagrado e tão completo em Si próprio, – contendo tudo de todas as coisas, que não podeis conceber nada onde este Todo não esteja presente. Quando o homem começar a entender a magnitude de tão excelsa verdade, saberá que é um Deus entre os homens. Na realidade assim o é, pois habita neste Todo, possui seu Ser. Chamemos este Todo de Os Braços do Amor, porquanto no momento em que o Homem descobrir essa grandeza sentirá Nele toda a Proteção.

Se o Homem é da mesma essência do Pai, então ele e o Pai são Um.

Jesus disse: “Aquele que Me tem visto viu o Pai”. Não pode ser outra coisa que a Verdade do Ser, pois este Pai é Puro Espírito no Qual “todos vivem, todos se movem e todos têm Existência”. Em face de alta afirmativa, então a verdade do Ser não pode ser contestada. Ponderai sobre esta Verdade e na vossa ponderação rogai ao Pai para que Isto se torne real em vós. Existem muitas Verdades, mas somente quando perceberdes ou compreenderdes esta Verdade ela será Verdade para cada um.

No interior do vosso Ser ou na vossa Memória estão gravados toda a Sabedoria e todo o Conhecimento, os quais poderão ser trazidos à superfície de vossa consciência.

Se pedirdes ou meditardes sobre estas Verdades, recebereis a prometida revelação, porquanto é Lei.

No princípio a Criação foi feita ou, segundo a vossa Bíblia, “todas as coisas foram criadas”. Analisemos esta frase. Se tudo foi feito no Princípio então não resta mais nada por fazer. E como as coisas foram feitas? Pela palavra de Deus. Eis aqui o segredo da Criação.

Tratemos agora dos sete degraus da Criação. “Deus trabalhou durante seis dias e no sétimo descansou”. Qual foi ou qual é o primeiro degrau? A Palavra, pois sem Ela nada poderia ser criado.

Deus disse: “Façamos o Homem semelhante à Nossa Imagem”. Usando o plural no verbo fazer, quem eram os outros aos quais Deus se dirigiu? Os senhores da Criação, os Elohim. Portanto, primeiro veio a Palavra e depois a imagem. Vós dizeis a Palavra e depois àquilo que imagineis. Sigamos o fio desta idéia. “Deus fez o Homem à sua imagem”. Eis a nossa segunda chave. Ele e os Senhores da Criação imaginaram o Homem à Sua semelhança. Em seguida bafejou o Sopro da Vida no Homem tornando-o real. Sabeis que sem o sopro da vida nada vive. A imagem ficará apenas uma imagem e jamais poderá tomar forma e concretizar-se, enquanto não receber dentro dela o Sopro da Vida. Este raciocínio nos leva ao terceiro degrau da Criação: -dar Vida à nossa imagem. Deveis empregar os meios a fim de transformardes em realidade a vossa imagem ou concepção por intermédio de vossa Respiração.

O quarto degrau é à vontade. Porém, somente pela Vontade de Deus poderá ser cumprida. Não vos esqueçais de que o termo Deus significa Puro Espírito. Portanto, mesmo seguindo os três primeiros degraus, ainda vos resta a vontade ou a aprovação do Divino Espírito sem a qual não se pode realizar coisa alguma. Todavia, uma vez tomada à resolução ou estabelecida a vossa vontade de alcançardes a Meta, ela já está concluída no abstrato.

O quinto degrau é confiardes nesta Verdade porque é Lei e a Lei é. Destarte, deveis construir a fé em vós mesmos se quiserdes criar conscientemente.

O sexto degrau é Amor. Respirai o Amor do vosso Ser sobre a vossa própria imagem ou forma. Após a Criação do homem, “Deus disse que era boa”. Assim, isto nos leva a crer que Ele ficou satisfeito, que a obra estava concluída e que era boa. Então, Deus descansou.

Seu repouso nos conduz ao sétimo degrau. “Ele descansou”. Descansando significa que tendo feito tudo, trabalhado de acordo com a Lei ou plantado a semente, esperou a operação de a Lei pôr em manifestação a sua obra. Sabia que já estava feita, porquanto a Lei é ou a Essência da Vida é, e a Energia Criadora pode ser modelada em qualquer imagem concebida pelo homem.

Oh! Criai, então, o vosso mundo, porque sois o Criador em forma humana. Como Filho recebestes todo Poder nos céus e na Terra. Reclamai o que é vosso, o vosso direito, a vossa herança. São vossos, pertencem-vos desde o princípio.

Vamos supor que desejais criar para vós mesmos um corpo-templo perfeito. O primeiro degrau é a Palavra. Vosso corpo é formado por bilhões de partículas de Luz, cobertas por um vestuário de matéria que também é Espírito. Sabendo que sois vós quem prendeis essas células ou partículas de luz pela imagem ou concepção escolhida, nada mais tendes a fazer que sustentar, firmemente, a imagem. “Assim como concebeis, assim será o vosso prêmio”, significa que vós sois o construtor de vosso corpo-templo tal qual o concebeis ou imagineis que sois. Visto ser a concepção mental de suma importância, examinai, muito objetivamente, a vossa forma atual. O que vedes? Juventude, vitalidade, beleza, energia, velhice, degeneração, decadência? Não importa. Se não estais satisfeito e feliz com o que vedes, podeis mudar essa figura num corpo perfeito dependendo de visualizardes a perfeição. Lembrai-vos do segundo degrau da Criação, a imagem. Tendes idéia de vós como criatura perfeita? De vós repleto de juventude, beleza e energia? E por que não? Sois tudo isso, pois dentro do corpo-templo está o Mestre Arquiteto, o Construtor do vosso corpo e poderoso para restaura-lo, remodela-lo, reconstruí-lo, revigora-lo de acordo com vossa palavra, com a vossa concepção ou imagem. Falai a esse Mestre Construtor, porquanto sois o senhor do vosso universo ou vosso corpo.

Vossa palavra é lei dentro do vosso mundo, vosso ser.
Sois o Criador na forma Humana.

Se pretendeis construir um templo perfeito, o Método é de vital importância. Todos os que seguirem estas instruções a rigor poderão realizar a transformação desejada. Entretanto, previno-vos de que este trabalho não pode ser levado a efeito pela metade, isto é, depende e exige a cooperação integral do vosso coração. Começai a vossa obra diária com a certeza de que sois Puro Espírito, vestido de carne e osso ou matéria. Essa matéria está sujeita à vossa Palavra, porquanto sois o senhor e mestre de vosso corpo ou universo. Já que sois o criador do vosso universo. É claro que vossa palavra é lei dentro do vosso Ser.

Vossas células – cada uma dessas células é uma Entidade ou partícula de luz –
devem obedecer ao vosso comando ou à Palavra do seu Mestre, que sois vós.
Dizei a palavra ao vosso corpo, ao vosso coração, ao vosso fígado, ao vosso plexo-solar, aos vossos olhos, aos vossos ouvidos, às vossas mãos, aos vossos pés.
Ordenai harmonia e beleza a todo esse conjunto a fim de que se manifeste a
imagem perfeita escolhida por vós.

É muito simples! Dizei a Palavra.
Visualizai a perfeição e ela deve materializar-se pois
“Assim como é no interior, também o é no exterior”. É Lei.
Cada criatura humana é o pintor de sua própria forma e não poderia ser de outra maneira.
Todas as coisas trabalham de acordo com a Lei. Não haveria ordem no Universo sem Lei.
Da mesma forma não poderá haver ordem no vosso corpo-templo sem a imagem da ordem ou perfeição. Meditai nesta grande Verdade do Ser, porque É, foi e sempre será.

Sabeis, agora, o que sois. Compete-vos a escolha de funcionardes num corpo perfeito por vós imaginado, ou continuardes no vosso estado presente, implorando ao Criador ou à Essência da Vida os desejos do vosso coração. Compete-vos aceitar a vossa herança e criar aquilo que desejais. Indiquei-vos o caminho, porém o trabalho é vosso para que o Pai em vós possa ser glorificado.(ver “O Verbo”)

Cada ser humano é a soma total do que ele julga como é seu Pai. Sim! Esta é a Verdade. Se vós vos encontrais dentro de quaisquer limitações, é porque não credes que vosso Pai está em condições de poder dar-vos tudo quanto pedis ou visualizais. Destarte, limitais vosso Pai. E como vosso Pai ou Deus pode apenas ser aquilo que vós credes, concebeis e aceitais, não sois vós o único responsável, o culpado de não gozardes de toda a abundância?

O Pai não dá. Ele, Deus ou Pai é abundância? O Pai não dá. Ele, Deus ou Pai é abundância! Por isso, aceitai esta grande dádiva, a vossa herança, e criai o vosso mundo segundo a Lei perfeita de vosso Pai. Viestes a Terra trazendo convosco os dotes, os benefícios. A grandeza desta herança. Aceitai-a e ficareis livre de todas as limitações.

As correntes que prendem o Homem, concebidas por ele próprio, são imaginárias. Essas cadeias não existem a menos que acrediteis na sua existência. Sois livres, criados à imagem de Deus! Sois Puro Espírito! Ocupais o Universo! Ó Homens, aprendei e sereis livres!

Fostes instruído como criar um corpo-templo perfeito. Agora vos ensinarei a empregar este Princípio Criativo a todas as coisas ou a qualquer necessidade de vossa vida a fim de que possais viver com a abundância referida pelo vosso Mestre., Jesus de Nazaré. Se o homem é Filho de Deus, é herdeiro de tudo quanto possui o Pai, por que então lhe hão de faltar às coisas boas? Analisai isto. Tendes filhos. Amais vossos filhos. E o que desejais para eles? Pobreza, moléstias, discórdias, escravidão ou paz, alegria e abundância de tudo que é bom? Nesse caso, se sois da Terra e desejais esses bens aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai que é Amor, é Paz, é Alegria, é Toda a Abundância?
Ele emana de Si Mesmo tudo Aquilo que Ele É. Nele não existe doença nem desarmonia. Ele é tudo o que vossa alma aspira. Ele É, Eu Sou, Vós Sois Um e da mesma Essência da Vida. Então deveis compartilhar dessa Vida. Nela “viveis, moveis e tendes vosso Ser”.

Não é mister irdes aqui, ali, acolá para encontrardes o que procurais!
Está em torno, em cima, embaixo, dentro de vós por todo o sempre,
por toda a Eternidade!
Eu Sou o Que Sou e tudo quanto desejais!
Eu e o que quer que Eu Seja também sois, pois só Um existe!

Sou o Que Sou. Durante séculos o homem tem lido estas palavras sem, contudo, entender esta grande declaração da Verdade. Realmente, o que significa Sou o Que Sou?

Significa que só existe a Única Essência e Eu Sou, Puro Espírito ou Deus É, se referem a esta Essência, à qual chamamos Vida; então tudo é Vida. Onde o Homem tem errado é na sua crença em dois Poderes , o negativo e o positivo, porém não estão separados. Na realidade são Um. Deste Um ou Todo “todas as coisas foram feitas”, oriundas das imagens criadas. Partindo desta verdade, tudo quando vedes, tudo quanto pensais já está criado no abstrato. E se existe somente a Única Substância e esta Essência é vantajosa ao uso do Homem, como ele é rico e quão poderosa é a sua obra, pois o Homem e Deus ou Puro Espírito são Um! Por conseguinte, “o homem por si mesmo nada faz”, mas o Espírito realiza e executa por seu intermédio! Oh! Não vos esqueçais de que não podeis nada fazer por vós mesmo; mas por meio deste Pai, Cristo ou Espírito dentro de vós, tudo podeis! Assim sendo, qual deve ser a vossa atitude? Simplesmente, permitir!

Dei-vos a Verdade. A muito poucos tem sido dada a conhecer tão pura Verdade.
Se viverdes, sentirdes, absorverdes e ficardes uníssono com todas as palavras aqui escritas,
tereis as Chaves do Reino.

É chegado o tempo da busca do Homem e leva-lo de volta ao Lar. E onde fica o seu Lar? No seu estado celeste de consciência ou no seu verdadeiro estado de Ser.

Entretanto, não vos é bastante conhecer estas Verdades.
Deveis realiza-las, deveis vive-las, deveis senti-las como parte de vós, deveis transforma-las em vós próprio! Então, verdadeiramente, podereis dizer: “Eu e meu Pai somos Um”, Sempre fostes Uno com o Pai, porquanto não há separação entre o pai e Sua Criação.

Contudo, de que vos adianta a certeza de serdes Uno com o pai se não reclamais esse direito?
O vosso lugar de herdeiro ou filho ao invés de “mendigo à porta”. Sim, o mendigo também é filho, porém ignora que o é. Desta maneira ele se mantém através de séculos pedindo e implorando, quando possui a sua natural herança. No entanto, a herança espera pela sua reclamação. E ele continua a rogar, a pedir. Como é triste a sua sorte! Porém, Deus ou Puro Espírito É e não pode dar! Já deu tudo, pois o Espírito É!

Portanto, meu Filho, assim como vos disse o Grande Mestre Jesus há longo tempo, também eu repito as suas palavras no dia de hoje. “Jerusalém, Jerusalém, Minha Jerusalém, quanto desejei envolver-te nos Meus braços, porém tu não deixaste!” Imitando o Grande Mestre, também eu espero. Sou o Que Sou todas as coisas para todos os homens. Sou a Luz, a Vida, o Caminho. E ninguém vai ao Pai senão por Mim ou Puro Espírito! Oh! Homem, voltai ao Vosso lar!

Eu Sou Lord Maitreya, Um convosco.

Deixo-vos, agora.

Abençôo-vos por vossa obediência, deixando que Eu fale com minhas crianças.

Isto é minha dádiva, a todos que a aceitarem.

Deixo-vos, mas Eu Sou convosco, quando vos ergueis para encontrar-me.

Nós seremos Uma em Jesus o Cristo.

Epílogo

Lord Maitreya – Eu Sou Lord Maitreya – Eu sou o eu Sou – e Eu Sou – Um e Tudo – Onipresente, o Ser. Meu título não é importante, mas sim a minha Palavra, e ela deve ir aos confins do mundo – em inglês, alemão, espanhol, francês, português – em todos os idiomas e minha Palavra deve alcançar toda a humanidade.

Tenho dito: isto deve atingir aos milhões e cobrir a Terra e, assim, È.

Eu Sou o Senhor da Terra, Senhor do Mundo, Senhor da Galáxia, Senhor do Cosmo – Eu Sou o “Eu Sou”.

Quando um Ser É, então ele É Jesus, o homem; Jesus o Cristo; a Eterna Verdade, o Eterno – Tudo em Um – e traz consigo todos os títulos; toda honra, Todo Ser e Existência.

Tenho dito: Eu Sou o “Eu Sou” no universo, onde só existe este Um – Eu Sou Este Um. Não há começo nem fim, pois Eu Sou Este Um – Sem Começo Nem Fim – Eu Sou Lord Maitreya.

Livro transcrito e editado por ãcãrya, para distribuição gratuita na Biblioteca Virtual em http://www.eusouluz.hpg.com.br/biblioteca.htm de onde este texto foi extraído.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s